Páginas

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Cera quente ou Fria?



Ao contrário da lâmina e de cremes depilatórios, a cera retira os pêlos desde a raiz. A técnica é vantajosa porque permite que a pele fique livre dos pêlos aproximadamente 20 dias, dependendo da região do corpo. Mas existem pequenas diferenças entre a cera quente e a fria . Confira:
Cera quente
A grande vantagem é que ela costuma ser menos dolorida. O calor faz com que os poros se dilatem e os pêlos possam ser retirados com maior facilidade.
Ao contrário do que muita gente pensa, a cera quente não mancha a pele se for aplicada corretamente. A depiladora Val Fonseca, do salão Yes, em São Paulo, explica que isso acontece apenas no caso da profissional errar na temperatura do produto. "Sabendo medir a temperatura, isso não acontece em nenhum tipo de pele."
Entretanto, pelo fato do calor dilatar os vasos sanguíneos, pequenos derrames e varizes podem ocorrer eventualmente. Mulheres que possuem sensibilidade capilar, por precaução, devem evitar a cera quente.
Cera fria
A técnica é mais rápida e pode até ser feita em casa. Existem produtos próprios à venda nas farmácias e supermercados, que já vem com os papelotes para aplicação. Receitas de ceras caseiras também podem ser feitas, mas verifique com profissionais se a sua receitinha não faz mal a pele. Mulheres que tem sensibilidade ao calor, também encontram na cera fria uma boa opção para depilar.
Sua maior desvantagem é o que os pêlos precisam estar mais compridos para serem retirados, o que é um complicador, especialmente no verão. Além disso, ela também costuma ser mais dolorida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Cera quente ou Fria?



Ao contrário da lâmina e de cremes depilatórios, a cera retira os pêlos desde a raiz. A técnica é vantajosa porque permite que a pele fique livre dos pêlos aproximadamente 20 dias, dependendo da região do corpo. Mas existem pequenas diferenças entre a cera quente e a fria . Confira:
Cera quente
A grande vantagem é que ela costuma ser menos dolorida. O calor faz com que os poros se dilatem e os pêlos possam ser retirados com maior facilidade.
Ao contrário do que muita gente pensa, a cera quente não mancha a pele se for aplicada corretamente. A depiladora Val Fonseca, do salão Yes, em São Paulo, explica que isso acontece apenas no caso da profissional errar na temperatura do produto. "Sabendo medir a temperatura, isso não acontece em nenhum tipo de pele."
Entretanto, pelo fato do calor dilatar os vasos sanguíneos, pequenos derrames e varizes podem ocorrer eventualmente. Mulheres que possuem sensibilidade capilar, por precaução, devem evitar a cera quente.
Cera fria
A técnica é mais rápida e pode até ser feita em casa. Existem produtos próprios à venda nas farmácias e supermercados, que já vem com os papelotes para aplicação. Receitas de ceras caseiras também podem ser feitas, mas verifique com profissionais se a sua receitinha não faz mal a pele. Mulheres que tem sensibilidade ao calor, também encontram na cera fria uma boa opção para depilar.
Sua maior desvantagem é o que os pêlos precisam estar mais compridos para serem retirados, o que é um complicador, especialmente no verão. Além disso, ela também costuma ser mais dolorida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário